Conecte-se Conosco

Paranavaí

Paranavaí formaliza parceria para a realização de oficinas terapêuticas nos CAPS

Roy Junior

Publicado

em

Publicidade

A administração municipal, através da Secretaria Municipal de Saúde, formalizou na última sexta-feira (14) um Termo de Colaboração com a Associação Paranavaí Maior Idade, para o desenvolvimento de oficinas terapêuticas como ferramentas de inserção e recuperação dos usuários em sofrimento mental atendidos nos CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) de Paranavaí.
Através do Termo de Colaboração, a Associação Paranavaí Maior Idade vai gerir as atividades, contratando mão de obra qualificada para as oficinas terapêuticas e adquirindo serviços destinados ao atendimento dos usuários dos CAPS. O município deve investir pouco mais de R$ 142 mil para a execução do Termo de Colaboração, que tem prazo de vigência de 14 de abril de 2023 a 14 de fevereiro de 2024.
“As oficinas terapêuticas são ferramentas valiosas de cuidado e reinserção social dos usuários em tratamento para seu sofrimento mental. Através dos trabalhos desenvolvidos nas oficinas e da expressão artísticas, os pacientes acabam por fazer daquele momento um espaço para socialização e interação, onde eles têm liberdade para se expressar e melhoram sua capacidade de lidar com seus medos e inseguranças, além de adquirir novos aprendizados e trocar experiências com outras pessoas”, avalia o coordenador do CAPS II, Igor Fernando Neves.

Publicidade

Fonte: Ass. Pref. Pvaí

Comente usando o Facebook

Publicidade

O Portal Roy NEWS acredita no Jornalismo comprometido com a verdade dos fatos e com a ética, trazendo sempre os principais fatos de Paranavaí e região, além dos destaques nacionais e da mídia.

Clique Para Comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma Resposta

Dengue

Boletim semanal da dengue tem 12.637 novos casos e sete óbitos, sendo um óbito de Paranavaí

Roy Junior

Publicado

em

Publicidade

O boletim semanal da dengue publicado nesta terça-feira (27) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) registra 12.637 novos casos da doença e mais sete mortes, totalizando agora 23 óbitos neste período epidemiológico, iniciado em julho de 2023. O documento totaliza 58.567 diagnósticos confirmados no Paraná. É o maior número de casos em um boletim do atual período epidemiológico.

Os óbitos ocorreram entre os dias 12 de janeiro e 14 de fevereiro, em seis municípios do Estado pertencentes a 1ª, 8ª, 10ª e 14ª Regionais de Saúde (Paranaguá, Francisco Beltrão, Cascavel e Paranavaí). Duas mortes foram em Antonina (1ª RS), um homem de 57 anos e uma mulher de 49 anos, ambos sem comorbidades; uma em Dois Vizinhos (8ª RS), um homem de 72 anos, com comorbidades; e uma em Paranavaí (14ª RS), um homem de 92 anos, também com comorbidade.

Na 10ª Regional de Cascavel foram registrados três óbitos, todos de mulheres, sem comorbidades, com idades entre 29 e 82 anos, que residiam nos municípios de Capitão Leônidas Marques, Quedas do Iguaçu e Cascavel.

Os dados acumulados desde 30 de julho totalizam 155.500 notificações de dengue, sendo 25.393 na última semana. Há ainda, 37.436 casos em investigação e os descartados somam 53.519. Em comparação ao boletim anterior, houve um aumento de 19,52% nas notificações e 27,51% de novos casos confirmados, o que reforça a importância do engajamento da população na luta contra o mosquito.

As 22 Regionais de Saúde possuem casos confirmados, sendo as maiores incidências na 16ª RS de Apucarana (13.019), 10ª RS de Cascavel (6.555), 17ª RS de Londrina (5.138), 15ª RS de Maringá (4.998) e 14ª RS de Paranavaí (4.736). Dos 399 municípios do Estado, 352 possuem casos confirmados. Apucarana, com 8.991 casos, Londrina, com 4.057 casos, e Maringá, com 2.780, têm o maior número de confirmações, seguidos por Paranavaí (2.346), Ivaiporã (2.173) e Cascavel (2.023).

ZIKA e CHIKUNGUNYA – O mosquito Aedes aegypti também é responsável pela transmissão, além da dengue, da zika e chikungunya. Durante este período epidemiológico não houve confirmação de casos de zika, com 71 notificações e nenhum óbito confirmado.

O novo boletim confirmou ainda cinco novos casos de chikungunya e também sem mortes em decorrência da doença. Desde o início do período sazonal foram registradas 618 notificações e 68 casos.

AÇÃO DE CONTROLE – Representantes da Sesa, Defesa Civil, de outras secretarias estaduais e órgãos parceiros realizarão nesta quarta-feira (28) uma reunião do comitê intersetorial de controle da dengue. Serão discutidos a situação epidemiológica da dengue no Paraná, as ações no combate ao mosquito e, ainda, os esclarecimentos pertinentes ao assunto. Os municípios que já receberam a vacina na semana passada também já iniciaram a imunização do público-alvo.

Confira o boletim AQUI. Mais informações sobre a dengue estão AQUI.

Publicidade

Fonte: AEN

 

Comente usando o Facebook

Publicidade
Continue Lendo

Luto

Médico Ivan Teotônio Botelho morre aos 86 anos

Roy Junior

Publicado

em

Publicidade

O Jornal Diário do Noroeste publicou na tarde desta terça-feira 27 de fevereiro o falecimento do médico Ivan Teotônio Botelho, 86 anos, um dos mais tradicionais da cidade e região. A causa da morte não foi divulgada.

Doutor Ivan Botelho, como era conhecido, fez carreira como médico nas áreas de ginecologia e obstetrícia. Trabalhou por mais de 30 anos na Santa Casa – Unidade Centro e foi diretor clínico. Também atuou por alguns anos no Hospital Unimed Paranavaí.

Nas redes sociais, a filha Cristina Botelho prestou uma homenagem.

Publicidade

“Hoje nos despedimos desse grande homem, pai e avô. Que Deus e toda família o receba de braços abertos. Descanse em paz pai, obrigada por tudo que você foi e fez por todos nós, nossa eterna gratidão e respeito. Beijos em todos por aí. Até um dia gordinho”, disse.

O velório será a partir das 20h na Capela Santa Maria, em Paranavaí. O sepultamento será nesta quarta-feira (28) às 17h30 no Cemitério Central de Paranavaí.

O perfil do Hospital Unimed Paranavaí no instagram publicou uma nota de pesar:

“É com grande pesar que a Unimed Paranavaí informa o falecimento do Dr. Ivan Teotônio Botelho, um profissional dedicado e comprometido com a saúde e o bem-estar de seus pacientes.

Neste momento de dor, a Unimed Paranavaí presta sua mais sinceras condolências e solidariedade aos familiares e amigos”.

Fonte: Diário do Noroeste

 

Comente usando o Facebook

Publicidade
Continue Lendo

Cidades

Paranavaí realiza 1º Simpósio de Segurança Pública com participação das Guardas Municipais de todo o Estado

Roy Junior

Publicado

em

Publicidade

Nesta terça-feira (27), foi realizado o 1º Simpósio de Segurança Pública, em comemoração aos oito anos de início das atividades da Guarda Municipal em Paranavaí. O evento foi coordenado pela Prefeitura de Paranavaí, através da Guarda Municipal, em parceria com o CONGECEP (Conselho Estadual de Gestores Municipais de Segurança Pública e Comandantes de Guardas Municipais do Paraná).

Publicidade

“O trabalho da nossa Guarda Municipal dispensa comentários. Quando falamos em segurança pública em Paranavaí, vemos a GM fazendo um excelente trabalho integrado com a Polícia Civil e a Polícia Militar. Em recentes pesquisas de opinião feitas sobre os principais problemas da cidade, a segurança pública hoje não figura entre os primeiros e mais graves problemas indicados pela população. Isso mostra o grande impacto que tem atuação da Guarda Municipal em Paranavaí, juntos com as polícias. A segurança pública é um dos nossos pilares, inclusive para atração de investimentos para a cidade. Por isso, não medimos esforços para deixar a GM bem equipada, com viaturas e armamento. Existem desafios, mas temos certeza de que hoje, sem a Guarda Municipal, a Polícia Civil e a Polícia Militar não teriam como dar continuidade a esse trabalho que está sendo realizado, pelo treinamento que a GM tem, pela capilaridade e o contato mais próximo da população. Isso faz toda a diferença”, destacou o prefeito de Paranavaí, delegado KIQ.

Segundo o presidente do CONGECEP, Ivan Quartaroli, “hoje temos 34 Guardas Municipais formadas no Paraná e outras três em processo de formação. Um estado com quase 400 municípios e apenas 34 GMs formadas. No entanto, dentro da segurança pública, a Guarda Municipal é a segunda maior força de segurança do Estado. Só assim é possível perceber a importância que as Guardas têm dentro de seus municípios, e às vezes até nas regiões ao seu redor. A municipalização da segurança pública é um caminho que se começou a trilhar e dificilmente tem volta. Porque, às vezes mesmo sem os recursos do Estado ou da União, o município é quem tem a capacidade de fornecer especificamente dentro da área de segurança aquilo que sua população precisa. Vemos uma diferença brutal nas localidades onde se tem a Guarda atuante. E temos que sempre lembrar da força que temos juntos, porque na área de segurança pública, nada se divide, tudo se soma”, enfatizou.

Palestrando sobre Segurança Pública Básica, o presidente da AGM Brasil (Associação das Guardas Civis Municipais do Brasil), Reinaldo Monteiro, “segurança pública é um conceito que viemos trabalhando há algum tempo; inclusive já apresentamos como proposta de política pública nacional em Brasília em 2021 para o então Ministro da Justiça. É um tema suprapartidário, não tem viés ideológico, não tem bandeira política. É um conceito desenvolvido para facilitar a vida do cidadão. Segurança Pública ainda é um mito para a sociedade. Para quem é da área eu não preciso explicar qual o papel da Guarda Municipal; mas para a sociedade existe uma grande interrogação na cabeça das pessoas. E a sociedade precisa entender o que é segurança pública, saber qual o seu direito em relação à segurança pública e quem é que pode prover esse direito”, pontuou.

O 1º Simpósio de Segurança Pública de Paranavaí contou com a presença dos Comandantes das Guardas Municipais de Londrina, Arapongas, Altônia, Maringá, Sarandi, Guaíra, São Miguel do Iguaçu, Umuarama e Iporã; além dos secretários de Segurança Pública de Iguaraçu, Londrina, Umuarama, Arapongas, Toledo, Sarandi, Maringá e Barueri-SP. Também participaram da abertura do evento, o vice-prefeito de Paranavaí, Pedro Baraldi; o coronel Pedro Ramos; o delegado chefe da 8ª SDP, Luiz Carlos Manica; o Defensor Público, Dr. Guilherme de Souza Rebelo; o promotor do Ministério Público, Robertson Fonseca; e o presidente do Conselho Municipal de Segurança de Paranavaí, Renato Kennedy.

fONTE: aSS. pREF. pVAÍ

Comente usando o Facebook

Publicidade
Continue Lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Policial

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas